Estudo aponta crescimento recorde da área plantada de soja no Tocantins para safra 2011/12

13/07/2011 - 10:50 - Valmir Araújo

Divulgação/Seagro

Estudo da consultoria Agência Rural prevê novo crescimento da área plantada de soja no Brasil e no Tocantins, que deverá ser o 4º no ranking nacional

Um estudo da consultoria Agência Rural prevê que a safra de soja brasileira para 2011/12 deve atingir um recorde de área plantada, com 24,92 milhões de hectares, ou seja, um aumento de 764 mil hectares em comparação com safra 2010/11. Ainda de acordo com a Agência Rural, o Tocantins deverá ser o quarto maior em avanço de área plantada de soja, com 45 mil hectares a mais que a última safra, um crescimento de mais de 11%. Na frente do Tocantins estão apenas o Mato Grosso, Maranhão e a Bahia.

O Brasil é o segundo produtor e exportador de soja do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Se confirmada a previsão de crescimento, será o quinto ano consecutivo que o país registrará aumento de área plantada de soja.

Com base na intenção de plantio estimada pela consultoria, a tendência é que a produtividade brasileira de soja possa atingir 73,4 milhões de toneladas. De acordo com a Agência Rural, os bons preços da soja na Bolsa de Chicago, que já garantiram uma antecipação sem precedentes da comercialização da safra brasileira 2011/12, devem ser responsáveis também pelo recorde de área plantada.

Na última safra, o Brasil registrou produtividade recorde, superior a 3.100 kg por hectare, segundo a Conab - Companhia Nacional de Abastecimento. No caso da produtividade recorde se repetir em 11/12, o Brasil poderá ter a maior safra da história novamente.

Estados

O maior incremento absoluto na área acontecerá no Mato Grosso, com 292 mil hectares a mais, uma alta de 4,6%. Outra fronteira que deve ter crescimento expressivo de área é o Maranhão, cujo avanço é estimado em 152 mil hectares, percentual de 29,3 a mais. Em seguida, aparece a Bahia, com aumento de 86 mil hectares e o Tocantins, com 45 mil.

No Piauí, o aumento de área será mais modesto, de 37 mil hectares, índice de crescimento de 9,8%, um acréscimo limitado pelo maior interesse dos produtores em plantar mais milho para abastecer o Nordeste, avaliou a consultoria. Para Goiás e Mato Grosso do Sul (Centro-Oeste), a expectativa também é de aumento na área da oleaginosa, com incremento de 76 mil hectares para os goianos, mais 2,9%, e de 40 mil hectares para os sul-mato-grossenses. (Com informações da Agência Reuters)

Compartilhe esta notícia:

Outras notícias

Técnicos e produtores tocantinenses participam de evento sobre seringueira no Estado da Bahia Mais de 1500 atletas participam da XIV Meia Maratona do Tocantins Alunos do Pronatec visitam Ceasa e Centro Agrotecnológico de Palmas Educadores participam de programa de capacitação do Detran Cariri do TO é destaque no Brasil por aderir à Política de Saúde Prisional Gestantes contam com vacina contra coqueluche Governo alerta para vacinação de meninas contra o HPV Durante encontro com jovem embaixadora, secretária destaca talentos nas escolas Bandas e fanfarras de escolas públicas participam de encontro Programa de Resistência às Drogas e à Violência premia estudantes com baile de debutantes Iniciado nessa 5ª, 1º Seminário de Armazenagem do Tocantins conta com apoio do governo do Estado Educadores participam de programa estadual de capacitação do Detran Educando para a Vida Conselho Gestor do Susaf/TO realiza sua primeira reunião de trabalho Pesquisa do Procon aponta variações em preços de alimentos Município do TO é o 1º do Brasil a aderir à Política Nacional de Saúde Prisional Estado está preparado para vacinar gestantes contra a coqueluche Maracujá é apontado por especialistas como opção para diversificar renda Delegação do Tocantins participa da Conferência Nacional de Educação, realizada em Brasília Profissionais do Hospital de Gurupi participam de Congresso sobre Enfermagem Neonatal em GO Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos inicia no dia 24 de novembro com Semana de Ambientação