Municípios do TO implantam Núcleos de Apoio à Saúde

18/06/2013 - 10:26 - Luciana Barros / Ascom Sesau

Divulgação/Sesau

Com apoio do Governo, entre abril e maio foram implantadas equipes de Núcleos de Apoio à Saúde da Família em diversas regiões do Estado.

Foram implantadas no Tocantins, somente nos dois últimos dois meses, 35 equipes de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF). O NASF é uma modalidade criada pelo Ministério da Saúde, conforme portaria nº 3.124 de 28 de dezembro de 2012, com o objetivo de apoiar as equipes das Estratégias de Saúde da Família na rede de serviços, além de ampliar a abrangência e a finalidade das ações da Atenção Básica e aumentar a resolutividade, reforçando os processos de território e região em saúde.

Com a portaria, as modalidades funcionarão da seguinte forma, o NASF I deverá estar vinculado a no mínimo cinco e no máximo nove equipes de Saúde da Família ou equipe de Atenção Básica para populações específicas (consultórios na rua ,equipes ribeirinhas e fluviais). Já o NASF II deverá estar vinculado a no mínimo três e no máximo quatro Equipes Saúde da Família ou Equipes de Atenção Básica. Enquanto NASF III deverá estar vinculado a no mínimo um e no máximo duas Equipes Saúde da Família ou Equipes de Atenção Básica.

Os valores serão disponibilizados mensalmente ao município de acordo com cada modalidade. No caso do NASF I será de R$ 20 mil; já o NASF II será de R$ 12 mil; e o NASF III, R$ 8 mil.O prazo máximo para adequação final dos NASFs aos novos parâmetros de vinculação a equipes será até o mês de dezembro de 2013.

No Tocantins, só neste ano, entre abril e maio foram implantadas equipes de Núcleos de Apoio à Saúde da Família em diversas regiões do estado. Os municípios de Dianópolis e Paraíso do Tocantins foram contemplados com o NASF do tipo I; Araguaçu,Buriti, Divinopólis e Palmeiropolis (NASFII) Abreulândia, Aguianopólis, Aliança do Tocantins, Angico, Araguanã, Aurora, Brasilândia, Bom Jesus do Tocantins, Cachoeirinha, Carrasco Bonito, Caseara, Combinado, Esperantina, Ipueiras, Itaporã, Marianópolis, Nazaré, Nova Rosalândia, Novo Alegre, Palmeiras, Pequizeiro, Piraquê , Pugmil, Santa Fé do Araguaia, Santa Rita, Santa Rosa, Santa Terezinha, São Salvador e Silvanópolis com NASF do tipo III.

De acordo com a gerente da Área Técnica de Saúde da Família e Saúde Bucal da Sesau, Mirelly Baldon, está programado para o início do segundo semestre uma oficina destinada às equipes implantadas. “A oficina terá o objetivo de fortalecer o processo de trabalho, refletindo assim na melhoria do atendimento ao cidadão tocantinense”, ressalta.

Sobre o NASF

Um Núcleo de Apoio à Saúde da Família é constituído por uma equipe de profissionais de diferentes áreas de conhecimento que atuam em conjunto com os profissionais das equipes de Saúde da Família, compartilhando e apoiando as práticas em saúde nos territórios sob responsabilidade. A composição deve ser definida pelos gestores municipais e as equipes, segundo critérios de prioridades identificadas a partir das necessidades locais, e da disponibilidade de profissionais de acordo com números de equipes existentes no município.

Compartilhe esta notícia: